Mesmo com a globalização de informações para a melhoria tanto de projetos quanto de execução das obras, ainda existem muitas patologias que causam uma grande insatisfação durante o uso da edificação.

A impermeabilização, que segundo a ABNT NBR9575:2003 (Associação Brasileira de Normas Técnicas, 2003) é o produto resultante de um conjunto de elementos construtivos que tem por objetivo proteger as construções contra a ação deletéria de fluidos, de vapores e da umidade; produto (conjunto de componentes ou o elemento) resultante destes serviços. Geralmente a impermeabilização é composta de um conjunto de camadas, com funções específicas. Além disso, essa mesma norma cita a obrigatoriedade de um projeto básico destinado à impermeabilização em determinadas obras, em execução ou sujeitas a acréscimo ou reformas.

Tendo em foco as patologias causadas pela impermeabilização incorreta ou até a inexistência da mesma, atenta-se para o uso de produtos flexíveis ou rígidos, conforme a necessidade dos substratos a serem impermeabilizados. Nesse caso serão comparados os serviços realizados em lajes, banheiros, varandas, baldrames e caixas d’água, por serem elementos mais comuns em construções residenciais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

dezessete − dezessete =

Menu